***PAZ E BEM!*** SEJAM BEM-VINDOS AO BLOG DO SECRETARIADO BIBLÍCO DE SÃO MIGUEL AÇORES***A TODOS UMA SANTA E FELIZ PÁSCOA***


A Sagrada Escritura é o conjunto dos livros escritos por inspiração divina, nos quais Deus se revela a si mesmo e nos dá a conhecer o mistério da sua vontade.

O Antigo Testamento contém a revelação feita por Deus antes da vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo ao mundo.

O Novo Testamento contéma revelação feita directamente por Jesus Cristo e transmitida pelos Apóstolos e outros autores sagrados. «A Sagrada Tradição e a Sagrada Escritura estão intimamente unidas» (Dei Verbum 9)


Bíblia Online

Evangelho do Dia

2017 Ano litúrgico A

2017 Ano litúrgico A

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Evangelho segundo São Mateus

É , sobretudo, o evangelho segundo Mateus que mais insere o leitor na revelação que Jesus faz de Si mesmo através da Palavra.
È utilizada a forma que a Bíblia usou para transmitir as palavras de Moisés.
"O Discurso"
O Evangelho, segundo Mateus é mais ou menos um Novo Pentateuco, em que a pregação de Jesus se apresenta em cinco grandes discursos:

"Discurso na montanha" (MT.5)
Montanha – lugar da revelação de Deus a Moisés ( o Sinai) = lugar adequado à pregação de Jesus.
Para Mateus, Jesus é o Mestre definitivo em Israel . Atribui a Jesus uma autoridade superior à de Moisés
( e a todos os mestres : escribas e doutores da Lei)
Aqui Jesus é apresentado como alguém que fala com autoridade e não como os doutores da lei ou os escribas.
"Discurso Missionário" (MT.10)
Contém disposições que Jesus dá aos apóstolos para continuarem a Sua Missão.
É importante notar que é sempre a Palavra de Deus, que guia a actividade missionária.
MT:10,20- “ Não sereis vós a falar, o Espírito do vosso Pai é quem falará por vós”.
"Discurso em Parábolas "
É um modo característico de falar e de envolver o ouvinte, que Jesus utilizava. Ninguém, melhor do que Ele, soube perceber a presença de Deus nas circunstâncias e nas personagens da vida de todos os dias:
A sementeira - a colheita – a pesca –a amassadura do pão – a vida de família - a relação servo/ patrão – a relação pais / filhos -
pastor/ rebanho…
Nas parábolas de Jesus, a vida quotidiana torna-se o lugar privilegiado da presença de Deus e da difusão do Reino.
Deus já não está fechado na esfera do sagrado, inacessível ao homem. Mas revela -Se na vulgaridade dos dias e dos gestos…graças a estas “parábolas”.

"Discurso Comunitário" (MT.18)
A comunidade que Jesus reúne à volta da sua Palavra é a comunidade messiânica, que chegou ao termo da revelação de Deus. Nela não se privilegia a lei da justiça estrita, mas a lei do perdão, da correcção fraterna, da reconciliação e do acolhimento mútuo.
Cada um dos seus membros tem a consciência de que “JESUS ESTÁ NO MEIO DELES”

"Discurso Escatológico" (MT.21-25)
Contém o que a Palavra de Jesus nos deixou acerca dos últimos acontecimentos do Homem e do Mundo. Neste discurso emerge o juízo que Deus pronunciará acerca de cada homem, baseado na coerência entre a fé na Palavra de Jesus e o acolhimento aos irmãos: “ tinha fome , tinha sede, estava nu, estava doente…) e assististes-Me ( ou não Me assististes…)
No centro do Evangelho, segundo Mateus, está portanto a Palavra. Não uma palavra abstracta, sem eficácia, como já se considera a palavra da nossa civilização.
É , pelo contrário, a palavra das Bem-Aventuranças, do Pai Nosso, do Perdão, do Anúcio do reino dos céus no meio de nós, na Pessoa e na Palavra de Jesus! "

(notas extraídas do livro” Guia para ler a Bíblia”-pgs.200)

BIBLIA = BIBLIOTECA

BIBLIA = BIBLIOTECA

Trabalhos em PowerPoint disponiveis para Download

Trabalhos em PowerPoint disponiveis para Download

.

Obrigado pela sua visita
Volte sempre e
fique com Deus!

"Porque esta PALAVRA está muito perto de ti, na tua boca, e no teu coração, para a cumprires" (Deut.30.14)