***PAZ E BEM!*** SEJAM BEM-VINDOS AO BLOG DO SECRETARIADO BIBLÍCO DE SÃO MIGUEL AÇORES***A TODOS UMA SANTA E FELIZ PÁSCOA***


A Sagrada Escritura é o conjunto dos livros escritos por inspiração divina, nos quais Deus se revela a si mesmo e nos dá a conhecer o mistério da sua vontade.

O Antigo Testamento contém a revelação feita por Deus antes da vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo ao mundo.

O Novo Testamento contéma revelação feita directamente por Jesus Cristo e transmitida pelos Apóstolos e outros autores sagrados. «A Sagrada Tradição e a Sagrada Escritura estão intimamente unidas» (Dei Verbum 9)


Bíblia Online

Evangelho do Dia

2017 Ano litúrgico A

2017 Ano litúrgico A

domingo, 29 de dezembro de 2013

SAGRADA FAMÍLIA DE JESUS, MARIA E JOSÉ - Festa - Ano A

Evangelho segundo S. Mateus 2,13-15.19-23.
Depois de os Magos partirem, o anjo do Senhor apareceu em sonhos a José e disse-lhe: «Levanta-te, toma o Menino e sua Mãe, foge para o Egipto e fica lá até que eu te avise, pois Herodes procurará o Menino para O matar.»
E ele levantou-se de noite, tomou o menino e sua mãe e partiu para o Egipto,
permanecendo ali até à morte de Herodes. Assim se cumpriu o que o Senhor anunciou pelo profeta: Do Egipto chamei o meu filho.
Morto Herodes, o anjo do Senhor apareceu em sonhos a José, no Egipto,
e disse-lhe: «Levanta-te, toma o menino e sua mãe e vai para a terra de Israel, porque morreram os que atentavam contra a vida do menino.»
Levantando-se, ele tomou o menino e sua mãe e voltou para a terra de Israel.
Porém, tendo ouvido dizer que Arquelau reinava na Judeia, em lugar de Herodes, seu pai, teve medo de ir para lá. Advertido em sonhos, retirou se para a região da Galileia
e foi morar numa cidade chamada Nazaré; assim se cumpriu o que foi anunciado pelos profetas: Ele será chamado Nazareno.

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

NATAL DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO

Evangelho segundo S. João 1,1-18.
No princípio era o Verbo; o Verbo estava em Deus; e o Verbo era Deus.
No princípio Ele estava em Deus.
Por Ele é que tudo começou a existir; e sem Ele nada veio à existência.
Nele é que estava a Vida de tudo o que veio a existir. E a Vida era a Luz dos homens.
A Luz brilhou nas trevas, mas as trevas não a receberam.
Apareceu um homem, enviado por Deus, que se chamava João.
Este vinha como testemunha, para dar testemunho da Luz e todos crerem por meio dele.

Ele não era a Luz, mas vinha para dar testemunho da Luz.
O Verbo era a Luz verdadeira, que, ao vir ao mundo, a todo o homem ilumina.
Ele estava no mundo e por Ele o mundo veio à existência, mas o mundo não o reconheceu.
Veio para o que era seu, e os seus não o receberam.
Mas, a quantos o receberam, aos que nele crêem, deu-lhes o poder de se tornarem filhos de Deus.
Estes não nasceram de laços de sangue, nem de um impulso da carne, nem da vontade de um homem, mas sim de Deus.
E o Verbo fez-se homem e veio habitar connosco. E nós contemplámos a sua glória, a glória que possui como Filho Unigénito do Pai, cheio de graça e de verdade.
João deu testemunho dele ao clamar: «Este era aquele de quem eu disse: 'O que vem depois de mim passou-me à frente, porque existia antes de mim.'»
Sim, todos nós participamos da sua plenitude, recebendo graças sobre graças.
É que a Lei foi dada por Moisés, mas a graça e a verdade vieram-nos por Jesus Cristo.
A Deus jamais alguém o viu. O Filho Unigénito, que é Deus e está no seio do Pai, foi Ele quem o deu a conhecer.

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

O NASCIMENTO DE JESUS

Evangelho segundo S. Lucas 2,1-14.
Por aqueles dias, saiu um édito da parte de César Augusto para ser recenseada toda a terra.
Este recenseamento foi o primeiro que se fez, sendo Quirino governador da Síria.
Todos iam recensear-se, cada qual à sua própria cidade.
Também José, deixando a cidade de Nazaré, na Galileia, subiu até à Judeia, à cidade de David, chamada Belém, por ser da casa e linhagem de David,
a fim de se recensear com Maria, sua esposa, que se encontrava grávida.
E, quando eles ali se encontravam, completaram-se os dias de ela dar à luz
e teve o seu filho primogénito, que envolveu em panos e recostou numa manjedoura, por não haver lugar para eles na hospedaria.
Na mesma região encontravam-se uns pastores que pernoitavam nos campos, guardando os seus rebanhos durante a noite.
Um anjo do Senhor apareceu-lhes, e a glória do Senhor refulgiu em volta deles; e tiveram muito medo.
O anjo disse-lhes: «Não temais, pois anuncio-vos uma grande alegria, que o será para todo o povo:
Hoje, na cidade de David, nasceu-vos um Salvador, que é o Messias Senhor.
Isto vos servirá de sinal: encontrareis um menino envolto em panos e deitado numa manjedoura.»
De repente, juntou-se ao anjo uma multidão do exército celeste, louvando a Deus e dizendo:
«Glória a Deus nas alturas e paz na terra aos homens do seu agrado.»

domingo, 22 de dezembro de 2013

4º Domingo do Advento - Ano A

Evangelho segundo S. Mateus 1,18-24.
O nascimento de Jesus Cristo foi assim: Maria, sua mãe, estava desposada com José; antes de coabitarem, notou-se que tinha concebido pelo poder do Espírito Santo.
José, seu esposo, que era um homem justo e não queria difamá-la, resolveu deixá-la secretamente.
Andando ele a pensar nisto, eis que o anjo do Senhor lhe apareceu em sonhos e lhe disse: «José, filho de David, não temas receber Maria, tua esposa, pois o que ela concebeu é obra do Espírito Santo.
Ela dará à luz um filho, ao qual darás o nome de Jesus, porque Ele salvará o povo dos seus pecados.»
Tudo isto aconteceu para se cumprir o que o Senhor tinha dito pelo profeta:
Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho; e hão-de chamá lo Emanuel, que quer dizer: Deus connosco.
Despertando do sono, José fez como lhe ordenou o anjo do Senhor, e recebeu sua esposa.

domingo, 15 de dezembro de 2013

3º Domingo do Advento - Ano A

Evangelho segundo S. Mateus 11,2-11.
Naquele tempo, João, que estava no cárcere, tendo ouvido falar das obras de Cristo, enviou-Lhe os seus discípulos
com esta pergunta: «És Tu aquele que há-de vir, ou devemos esperar outro?»
Jesus respondeu-lhes: «Ide contar a João o que vedes e ouvis:
Os cegos vêem e os coxos andam, os leprosos ficam limpos e os surdos ouvem, os mortos ressuscitam e a Boa-Nova é anunciada aos pobres.
E bem aventurado aquele que não encontra em mim ocasião de escândalo.»
Depois de eles terem partido, Jesus começou a falar às multidões a respeito de João: «Que fostes ver ao deserto? Uma cana agitada pelo vento?
Então que fostes ver? Um homem vestido de roupas luxuosas? Mas aqueles que usam roupas luxuosas encontram-se nos palácios dos reis.
Que fostes, então, ver? Um profeta? Sim, Eu vo-lo digo, e mais que um profeta.
É aquele de quem está escrito: Eis que envio o meu mensageiro diante de ti, para te preparar o caminho.
Em verdade vos digo: Entre os nascidos de mulher, não apareceu ninguém maior do que João Baptista; e, no entanto, o mais pequeno no Reino do Céu é maior do que ele.

domingo, 8 de dezembro de 2013

2º Domingo do advento (Festa da Igreja : Imaculada Conceição da Virgem Santa Maria)



Evangelho segundo S. Lucas 1,26-38a.
Naquele tempo, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia chamada Nazaré,
a uma virgem desposada com um homem chamado José, da casa de David; e o nome da virgem era Maria.
Ao entrar em casa dela, o anjo disse-lhe: «Salve, ó cheia de graça, o Senhor está contigo.»
Ao ouvir estas palavras, ela perturbou-se e inquiria de si própria o que significava tal saudação.
Disse-lhe o anjo: «Maria, não temas, pois achaste graça diante de Deus.
Hás-de conceber no teu seio e dar à luz um filho, ao qual porás o nome de Jesus.
Será grande e vai chamar-se Filho do Altíssimo. O Senhor Deus vai dar-lhe o trono de seu pai David,
reinará eternamente sobre a casa de Jacob e o seu reinado não terá fim.»
Maria disse ao anjo: «Como será isso, se eu não conheço homem?»
O anjo respondeu-lhe: «O Espírito Santo virá sobre ti e a força do Altíssimo estenderá sobre ti a sua sombra. Por isso, aquele que vai nascer é Santo e será chamado Filho de Deus.
Também a tua parente Isabel concebeu um filho na sua velhice e já está no sexto mês, ela, a quem chamavam estéril,
porque nada é impossível a Deus.»
Maria disse, então: «Eis a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra.» E o anjo retirou-se de junto dela.

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

XIX Semana Bíblica Diocesana nos Açores



Terminou no passado dia 29 de novembro, em Ponta Delgada, ilha de São Miguel Açores a XIX edição da Semana Bíblica Diocesana, uma organização conjunta do Secretariado Bíblico de São Miguel em colaboração com a Diocese de Angra e o Movimento Nacional de Dinamização Bíblica, e que teve como palco a igreja de N. Sra de Fátima.
“Palavra, Fé e vida” foi o tema e o ponto de partida para mais uma semana dedicada á Palavra de Deus, Frei Bento Domingues, Frei Herculano Alves, Pe. Ricardo Henriques e Pe. Cipriano Pacheco foram os conferencistas convidados e que iluminados pelo Espirito Santo explanaram de forma brilhante os temas ao longo da semana.
A sequência dos trabalhos apresentados foi a seguinte:

 Dia 25 de novembro abertura da Semana Bíblica pelo Vigário Episcopal Pe. Cipriano Pacheco que aproveitou para dizer que a temática proposta para esta semana – Palavra, Fé e Vida- é muito “atual” porque o grande desafio, sobretudo agora que terminou o Ano da Fé, é justamente “passar a palavra de Deus para a vivência dos homens”.
A coordenadora do Secretariado Bíblico Regina Pinheiro, também usou da Palavra para dar as boas vindas a todos os participantes e frisou uma vez mais a importância da Palavra de Deus na vida e na fé de todos os Cristãos.

O tema do primeiro dia foi “Fé e Revelação”, e o conferencista Frei Bento Domingues, que apresentou a Bíblia como um livro que tem uma imensa atualidade e aproveitou para apontar os paralelismos que existem
entre as escrituras e a vida contemporânea.
A celebração final deste dia teve como tema “Jesus e o Centurião” esta representação Bíblica foi apresentada pelo Grupo “Jovens Caminhantes” da paróquia de N.Sra da Saúde, Arrifes.

Dia 26, o conferencista foi o Frei Herculano Alves, que apresentou o tema “A Fé na vida e na história do povo de Deus”, como sendo uma oportunidade de aprender com a experiência de vida do povo de Deus no Antigo Testamento.
A terminar o segundo dia o Grupo de jovens “Os Samaritanos” da paróquia de N.Sra da Oliveira, Fajã de Cima apresentou “Jesus nas Bodas de Canaã”

Dia 27, “Jesus Cristo, autor e consumador da Fé” foi o tema do dia, apresentado pelo professor de Sagrada Escritura do Seminário Episcopal de Angra Pe. Ricardo Henriques, que afirmou que “Jesus é o sinal do amor do pai por nós e a razão da nossa fé”.
No final do terceiro dia o grupo de Jovens “Shalom” da paróquia de N.Sra dos Anjos, Água de Pau, brindou todos os presentes com um recital alusivo ao tema “Palavra, fé e vida”


Dia 28, “Fé em tempos de crise no povo bíblico e hoje”, por Frei Herculano Alves, onde referiu que “bastava colocar o Pai-nosso em prática nas nossas vidas para acabar com todas as crises no mundo” e a concluir este dia o “Grupo de jovens da catequese de S. Pedro” da paróquia de S. Pedro, Ponta Delgada, apresentou “O Átrio dos Gentios nos dias de hoje”.

Dia 29, “Átrio dos Gentios” (diálogo entre crentes e não crentes) este foi o tema apresentado pelo Pe. Cipriano Pacheco, que referiu que o grande desafio colocado pelo “Átrio” é, segundo o responsável máximo pela Igreja na ilha de São Miguel, “ir ao encontro do outro” com um grande sentido de “tolerância e abertura” na perspetiva de que nasça uma “luz” sobre o que os une e os separa e todos tenham  consciência “da sua fragilidade humana”.

A semana terminou com uma Eucaristia, presidida pelo Pe. Cipriano Pacheco, Vigário Episcopal para a ilha de São Miguel que a todos presenteou com uma excelente homilia, onde apelou, a todos os cristãos que não se fechem sobre si mesmos, vivendo “uma realidade à parte”, pois esse está longe de ser o desafio proposto pelo Evangelho que a todos pede que “sejam capazes de conduzir a procura humana no sentido da edificação de uma nova terra habitada por uma autêntica fraternidade onde todos possam aceder ao gosto de viver de modo plenamente humano”, concluiu.
 Ao longo desta semana, mais de 300 pessoas vindas de toda a ilha de São Miguel e também de outras ilhas, aprofundaram a sua fé á luz da Palavra de Deus e com a “Bíblia na mão e Deus no coração” fizeram a festa da Palavra.

domingo, 1 de dezembro de 2013

1º Domingo do Advento - Ano A

Evangelho segundo S. Mateus 24,37-44.
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Como foi nos dias de Noé, assim acontecerá na vinda do Filho do Homem.
Nos dias que precederam o dilúvio, comia-se, bebia-se, os homens casavam e as mulheres eram dadas em casamento, até ao dia em que Noé entrou na Arca;
e não deram por nada até chegar o dilúvio, que a todos arrastou. Assim será também a vinda do Filho do Homem.
Então, estarão dois homens no campo: um será levado e outro deixado;
duas mulheres estarão a moer no mesmo moinho: uma será levada e outra deixada.
Vigiai, pois, porque não sabeis em que dia virá o vosso Senhor.
Ficai sabendo isto: Se o dono da casa soubesse a que horas da noite viria o ladrão, estaria vigilante e não deixaria arrombar a casa.
Por isso, estai também preparados, porque o Filho do Homem virá na hora em que não pensais.»

BIBLIA = BIBLIOTECA

BIBLIA = BIBLIOTECA

Trabalhos em PowerPoint disponiveis para Download

Trabalhos em PowerPoint disponiveis para Download

.

Obrigado pela sua visita
Volte sempre e
fique com Deus!

"Porque esta PALAVRA está muito perto de ti, na tua boca, e no teu coração, para a cumprires" (Deut.30.14)